Aprendizagem, Caminhos de sucesso, Empreendedorismo, Emprego, Excelência Pessoal, Finanças Pessoais, Líderes, Relacionamentos

A forma mais rápida para melhorares os teus resultados

É muito comum escutar a vontade de muitos dos meus clientes em melhorar e nem sempre sabem por onde começar, nem o que fazer ou em que áreas trabalhar. Eu até compreendo que isso possa acontecer dado estarmos tão absorvidos no nosso dia a dia, no nosso trabalho, nas nossas preocupações e anseios que facilmente nos escapa o outro lado da moeda, o nosso crescimento pessoal, familiar, social ou profissional.

Um vez escutei um profissional bastante conceituado partilhar um exercício muito simples e prático para ajudar qualquer um de nós a identificar e começar a trabalhar nas áreas que pretende obter melhores resultados.
Em primeiro lugar, deve pegar numa folha em branco e desenhar um círculo no centro, diria a ocupar 50% da folha.

Em segundo lugar gostaria que escrevesse dentro desse círculo tudo aquilo que sente já ser muito bom, que tem resultados nessa área ou temática. Por exemplo: consigo falar tranquilamente em público, facilmente me relaciono com os outros, consigo dedicar os fins de semana à minha esposa, etc.

Em terceiro lugar, vai escrever fora do círculo tudo aquilo que deseja mas que ainda não conseguiu realizar. Competências que sente ainda não desempenhar da forma como gostaria, ou resultados que ainda não consegue alcançar.

Na prática, dentro do círculo escreve o que consegue fazer e fora o que ainda não consegue fazer. No final vai reparar num aspeto muito interessante: o que escreve dentro do círculo é o que está dentro da sua zona de conforto e o que escreve fora do círculo é o que está fora da sua zona de conforto.

O quarto e último passo é hierarquizar por ordem de intervenção tudo o que escreveu fora do círculo e começar pelo primeiro item. Depois vai traçar um objetivo de melhoria, construir um plano de ação e agir no sentido de melhorar esse aspeto da sua vida. Eu sei que parece demasiado simples, mas como é bastante visual e utiliza todas as estruturas de aprendizagem do cérebro, vai ajudá-lo(a) a identificar oportunidades de melhoria que nunca tinham passado pela sua mente (consciente).

Aproveite o dia de hoje para começar a melhorar e, quando necessitar de ajuda, pergunte-me como poderei fazê-lo agora.

Aprendizagem, Educação, Excelência Pessoal, Motivação, Sonhos

Crianças comprometidas têm….

Gosto particularmente de um estudo realizado no passado recente onde uma investigadora procurou compreender porque algumas crianças progrediam rapidamente nas aulas de música enquanto outras não.

Para isso escolheram aleatoriamente 157 crianças e acompanharam-nas durante vários anos (dos 6/7 anos até ao secundário), registando os seus progressos. Ao analisar os dados obtidos às várias questões do estudo, nada batia certo, não havia uma resposta plausível à questão em estudo.

Entretanto a investigadora voltou a rever o estudo e reparou que foi perguntado às crianças por quanto tempo tencionavam tocar e agrupou as respostas em 3 categorias: compromisso de curto, médio e longo prazo. Depois ordenou as crianças pelo tempo de treino semanal: pouco (20 minutos), médio (45 minutos) e muito (90 minuto).

Ao confrontar os dados viu que o progresso era determinado por uma minúscula e poderosa ideia que a criança tinha captado antes de iniciar as aulas – o sonho de ser tornarem músicos. Crianças com um compromisso de longo prazo tinham melhores resultados mesmo que o tempo de treino fosse curto, quando comparado com crianças com muito tempo de treino e um compromisso de curto prazo.

Quando falo com os pais que têm os seus filho(a)s a praticar alguma modalidade desportiva, por mais pequenos que sejam, sabendo que nessas idades o mais importante é o prazer pela prática, sugiro que ensinem os seus filho(a)s a definirem uma meta que queiram alcançar com o seu esforço e dedicação. Mesmo sendo diversão, deve sempre existir um objetivo que ele/ela queira concretizar. Assim estaremos a trabalhar o compromisso dele(a) e a ensinar que quando nos comprometemos com algo é para levar até ao fim.

Se tiver alguma dúvida, coloque a sua questão AQUI.
Até breve!

Aprendizagem, Caminhos de sucesso, Empreendedorismo, Emprego, Excelência Pessoal, Imaginação, Melhores pessoas, Motivação

Como ultrapassar o fracasso e alcançar o sucesso?

Hoje gostaria de partilhar 5 passos muito simples que cada um de nós pode utilizar para ultrapassar um momento mais difícil da nossa vida profissional e alcançar o sucesso.

1. Escolhe uma habilidade em que queiras ser Excecional.
2. Identifica uma pessoa que já seja TOP nessa área e com quem possas aprender.
3. Começa (ou continua) a aprender mais sobre essa habilidade e melhora, todos os dias, um pouco mais.
4. Identifica mercados ou pessoas que irão precisar da tua habilidade e começa a trabalhar com elas.
5. Continua a persistir mesmo nos momentos em que parece que nada está a acontecer.

Como podes ver é bem simples.
O mais exigente é conseguirmos fazê-lo consistentemente.
Até à próxima partilha!

Aprendizagem, Comunicação, Educação, Excelência Pessoal, Líderes, Melhores pessoas

O que devemos fazer quando erramos?

Parece uma pergunta muito simples para uma resposta bastante óbvia, mas nem sempre é assim. Da minha experiência a forma como reagimos quando erramos é bastante incompleta, quer na forma como o fazemos, quer na aprendizagem que deveríamos retirar dessa situação. É por esse motivo que gostaria de partilhar consigo um método muito simples e intuitivo de saber o que fazer quando erramos e como podemos aprender com essas experiências. Seja em contexto familiar, social ou profissional, é uma excelente oportunidade para melhorar como pessoa e cidadão do mundo.

Passo 1 – Assumir 100% da responsabilidade
Se tem noção que errou, assuma imediatamente 100% da responsabilidade. Não dê justificações, não dê desculpas para o sucedido, não argumente nem critique os outros, assuma e ponto final.

Passo 2 – Explicar o que aconteceu
Depois de assumir o seu erro a 100%, explique o que aconteceu e, principalmente, a intenção que tinha em mente. Faça-o da forma mais clara e transparente possível.

Passo 3 – Informar o que vai fazer para prevenir o erro
Agora, o mais importante é explicar o que poderá fazer para que no futuro a mesma situação não aconteça. Encontre soluções para evitar esse erro e aprenda verdadeiramente com ele. Neste passo também poderá lidar com as consequências do seu erro e remediar a situação, seja organizar todo o arquivo de ficheiros, limpar os carros da casa à mão, etc.

Passo 4 – Pedir desculpa
Alguns pensarão. Pedir desculpa seria a primeira ação. Concordo.
Agora, de que serve pedir desculpa se depois não aprendi com o erro?!?!
Mostre-me que está verdadeiramente arrependido assumindo 100% do que aconteceu, clarificando o sucedido e dizendo como irá prevenir que o mesmo jamais aconteça. Depois destes passos todos, eu já estarei mais convicto de que o pedido de desculpas será genuíno.

Gostou da minha sugestão?
Comente e partilhe com os seus amigo(a)s! 🙂

Aprendizagem, Caminhos de sucesso, Empreendedorismo, Excelência Pessoal, Melhores pessoas, Motivação, Vendas

O que há de comum entre pessoas que fracassam e pessoas que triunfam?

Todas elas detestam fazer muitas das coisas que têm de fazer. A diferença é que, as pessoas que triunfam fazem o que detestam fazer, enquanto as outras nem sempre o fazem.

Quer melhorar este ponto? É simples!

Assuma 100% do compromisso pel@:
1. Que fez;
2. Que não fez;
3. Forma como reagiu ao que aconteceu.

Em cada dia, assuma 100% da responsabilidade pelo seu sucesso.
Acredite mais em si!
Um forte abraço!