Vamos correr a “MARATONA”?

Gostaria de partilhar consigo o Artigo do nosso Manager da Academia de Desenvolvimento de Negócios do I HAVE THE POWER – Miguel Beirão. 

Tens uma empresa, um negócio, queres ser empreendedor, então vamos correr a “Maratona”. 

No passado mês de Setembro decidi correr a Maratona do Porto, no momento da decisão faltavam precisamente 8 semanas para o dia do evento, 8 de Novembro 2015, acresce que nunca fui um desportista regular.

DesesperoFazendo um rápido enquadramento, tenho 45 anos e o excesso de peso era algo que me estava a perturbar, não gostava do que via no espelho, sentia-me cansado, enferrujado, pouco enérgico, amorfo e gordo, tinha 91kgs quando o meu peso habitual e de hoje é na casa dos 73kgs. Pensei, vais ter que fazer algo, pareces uma empresa gorda. No final de agosto defini marcos importantes na minha vida, acabar 2015 com 75kg e correr a São Silvestre da minha cidade natal, o Porto. O plano corria conforme o previsto e a meio de setembro perguntei a mim próprio, porque não correr a Maratona?
O leitor já se questiona: Qual o interesse desta experiência? Como é que este tema pode ajudar a minha empresa ou meu negócio?

Nesta primeira crónica dedico algumas linhas ao objetivo. Parece um tema gasto, livros e mais livros, formações, debates, workshops, teorias metodologias, gurus e há tanta gente e empresas que continuam a falhar quando têm que definir um Objetivo.

Treino mentalNas 8 semanas de treino tive que correr muitas vezes sozinho, quilómetros e quilómetros, ao sol, à chuva, com dores, contra o vento. Os pensamentos vão fluindo, um dos mais frequentes era “mas porque é que te meteste nisto Miguel Beirão!”, tal como um empreendedor ou um empresário que tem uma ideia e vai começando sozinho, este tipo de pensamento e filmes mentais é comum. Então porque continuamos? A resposta é fácil: estamos apaixonados pelo SONHO, pelo OBJETIVO, visionei e vivenciei a minha chegada à meta dezenas de vezes e quando a paixão é forte não há desculpas. Nós na I Have The Power usamos RMP NHD.  (Raios Me Partam Não Há Desculpas Ponto).

Não menos importante é colocar uma hora, uma data, com ano, RMP NHD.. Conheço muitas empresas que querem atingir um determinado nível de faturação mas não definem o ano. Ou por exemplo, pessoas que querem deixar de fumar e não definem a data completa. Fixar o momento de concretização para mim foi fácil a organização definiu 9h00 dia 8/11/2015.

No nosso cérebro, no “cérebro coletivo” das nossas equipas a não definição de uma data implica dizer que não é prioritário e como tal não alocamos os recursos necessário para a concretização.

success

Primeira lição desta crónica: Definir um Sonho, um Objetivo com Paixão e fixar uma Data, nunca esperes pelo melhor momento, nunca esperes por ter as condições perfeitas, define um plano, o teu guia orientador, “calça as sapatilhas” e COMEÇA AGORA A CORRER  A TUA “MARATONA”, ONTEM JÁ FOI TARDE.

E se possível fá-lo em boa companhia, recruta bem os teus colaboradores, alguém que partilhe os mesmos tipos de valores e objetivos porque “Quem caminha sozinho até pode chegar mais rápido, mas aquele que vai em equipa com certeza vai mais longe”.

Tenha um excelente dia!
—-» www.atitudesparavencer.com


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s